Pular para o conteúdo principal

Impressões da Bahia - Camaçari


Finalmente as tão esperadas férias tinham chegado...
As passagens já estavam compradas, a mochila carregada, levanto cedo, tomo um banho, pego o carro e deixo a Lívia (e o carro) na casa da minha mãe... Pego um ônibus até o Jardim Satélite e de lá pretendo pegar outro até o Terminal Rodoviário. E senta que lá vem história!!!
Quem disse que passava ônibus pra rodoviária? Só ônibus pro centro da cidade, e eu ficando desesperada! Tinha que chegar a tempo de embarcar pro Aeroporto de Guarulhos, mas já estava a ponto de pegar um táxi, tamanho meu desespero! Finalmente o ônibus passou e eu cheguei na rodoviária meia hora antes de sair o próximo ônibus pra Guarulhos, mas pra variar tinha um pequeno probleminha: não havia mais vaga nesse ônibus, e nem nos próximos, eu só conseguiria embarcar às 15h00, sendo que meu vôo seria às 13h00!!!!!!!! E agora?????  
A atendente do guichê conseguiu uma solução: pegar o ônibus para São Paulo via Dutra, descer no Shopping Internacional e pegar um táxi até o aeroporto. Beleza, é isso mesmo! Fiz meu check in no ônibus, que saiu daqui às 10h30, morrendo de medo de não chegar a tempo! Depois do que pareceram horas, finalmente desci no shopping, e vi que tinha um rapaz na mesma situação que a minha, propus dividirmos o táxi até o aeroporto. Chegamos lá em cima da hora, mas conseguimos resolver tudo, e o vôo teve um pequeno (e providencial) atraso, o que nos rendeu uma folga na correria, enquanto aguardávamos, o Manoel e eu, prestei informações à Gisele, uma moça que embarcaria no mesmo vôo, e pronto, ficamos amigos ali. Embarcamos juntos, mas acabamos sentando bem longe uns dos outros.


Durante o vôo eu meio chorosa por ter deixado a filhota por 12 dias, e do meu lado uma moça chorando porque tinha deixado os três filhos pra passar quatro dias com o marido! Conversamos bastante, corujamos nossas crianças, e depois perdi o contato com todo esse pessoal, uma pena.
O Marcos perdeu a hora pra me buscar, e ele ainda precisava ir trabalhar naquele dia. Fiquei muito tempo sozinha esperando ele chegar, e sentindo um friozinho, quando ele finalmente chegou fomos pegar o ônibus até Camaçari, e vocês acham que o ônibus passava? Pra piorar tinha um taxista que ficava nos infernizando, querendo cobrar os dois olhos da cara pela viagem, ele perturbou tanto que acabamos indo, ele colocou mais uma pessoa no carro mas não aceitou que dividíssemos a passagem, e ainda cobrou mais de mim e do Marcos, porque éramos dois, do que do outro passageiro que desceria beeeem depois de nós. Aí eu fiquei brava, acabamos descendo antes pra evitar mais discussão, mas que cara aproveitador!!!
Chegamos tarde em Camaçari, fomos pro apartamento que o Marcos divide com dois amigos (imagina a bagunça?!), o Marcos foi trabalhar e eu resolvi dar uma limpada na casa, depois assistir TV e comer a moqueca de camarão deliciosa que ele preparou especialmente pra mim. E o frio só aumentando, um vento que parecia querer derrubar tudo, frio!!! Fui pra Bahia pra passar frio!!! Pode isso??? Frio, vento, chuva!



No dia seguinte o Marcos me levou pra conhecer a cidade, se a 1ª impressão é a que fica, hum, não foi das melhores... Sinceramente, não é uma cidade bonita, e a sujeira impera, porque lá não existe uma consciência de carregar seu lixo até a próxima lixeira, aliás, a rua é uma grande lixeira, me lembrou muito um bairro aqui de São José, onde eu trabalhei. Mas achei muito engraçado a linha de trem cortar o centro da cidade, bizarro, como eu gosto de trem, achei bem legal, apesar de ser cargueiro e não turístico. O trânsito também é caótico, e os motoristas de carro, moto, van, ônibus, caminhão parecem estar na Corrida Maluca, correm demais!




Eu cheguei na Bahia numa quarta-feira e até a sexta meus passeios eram só até o centro da cidade, já que o marido precisava trabalhar, durante a semana eu ficava no apartamento, saía só pra ir até uma pizzaria ou mercadinho pertinho dali, porque vou ser sincera, eu estava com muito medo de andar sozinha ali à noite, ouvi dizer (do próprio Marcos) que é uma cidade extremamente violenta, mas não presenciei nada anormal no período em que estive lá...
No entanto, eu não presenciei nada de anormal, e mal via a hora de chegar o final de semana, porque eu finalmente iria conhecer Arembepe!

Dicas úteis:

http://turismo.camacari.ba.gov.br/paraiso.php?cod_paraiso=1
A Bahia é dividida em 13 Regiões Turísticas, sendo que Camaçari faz parte da região denominada Costa dos Coqueiros, a cidade em si faz parte do Pólo Industrial da Região Metropolitana de Salvador, seu grande atrativo é o extenso e lindo litoral.
Ônibus na Bahia é muito barato, compensa, mas se tem amor à vida, não use as topics (vans) pois correm demais e são superlotadas.

Comentários

  1. Olá, adoramos o seu post. Bahia é um lugar no qual é uma obrigação visitar, não é mesmo? Quem conhece sabe o quão bonita ela é. Isso sem contar das praias existentes na Bahia, são lindas. Em outras cidades do estado, por exemplo, há praias lindíssimas, como é o caso de Camaçari, conhece? Se não conhece, é uma boa conhecer. Para isso, fizemos um post das praias mais belas de Camaçari, confira: http://www.temporadalivre.com/blog/conheca-as-3-mais-belas-praias-de-camacari-ba/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Ludmila. Eu conheci algumas praias de Camaçari sim, afinal era lá que meu marido tava trabalhando. Fui pra Arembepe e ameeeeei, que lugar lindo! Aqui no blog tem outras postagens contando como foi minha estadia em Camaçari e as praias que visitamos. E depois fomos também pra Morro de São Paulo, que encanto de lugar. Da Bahia eu só não gostei muito da capital, embora também tenha seus encantos. Tô conferindo sua postagem sobre as praias.
      Um abraço!

      Excluir

Postar um comentário

Mais visitados

Um dia... Bonito

Todo mundo já deve ter ouvido que Bonito é Lindo, e não é que é mesmo?! Essa história já tem um tempinho...

A tralha... Ops, equipamento!

Faz pouco tempo que começamos nessa vida de campistas, e assim que decidimos comprar nossa primeira barraca, em outubro de 2011, achamos que era necessário comprar mais algumas coisinhas pra complementar, ficamos enlouquecidos e saímos comprando tudo que achávamos interessante, rssssss! E sempre que surge uma oportunidade juntamos a tralha e saímos por aí...

Isolante Térmico

Oi, gente! Passando aqui só pra dar uma dica rápida: Isolante Térmico, o frio já está voltando!!!
A maioria das vezes acampamos no verão. É que eu tenho um probleminha com o inverno: eu odeio o frio! Eu sofro demais com o frio!