Pular para o conteúdo principal

Páscoa no Zé Roque


Umas semanas antes do feriado entrei no Grupo dos Blogs Campistas do Facebook e perguntei se alguém mais iria pro Camping do Zé Roque, isso porque nem eu mesma tinha certeza se conseguiria ir... Mas o pessoal estava bem animado. Muita gente planejando ir prá lá.







A Alice e o Gera Jacob planejaram comemorar lá no camping o aniversário de 1 aninho do caçulinha deles, o Heitor, e a turma toda planejava fazer um churrasco também.
Fomos nos falando e planejando nos conhecer pessoalmente, porque a maioria do pessoal só se conhecia mesmo pelo facebook e aqui pelo blogger. E nesses dias de planejamento a amizade foi se consolidando, principalmente com a Alice e com a Paula, do blog Arte e Música...



Deu tudo certo e conseguimos ir mesmo pro camping, que alegria!!! Colocamos a tralha toda no Guerreiro, a Lívia naquele aperto, tadinha, mas numa empolgação só! Pegamos a estrada quinta-feira a tarde, na esperança de chegar lá antes das 20h00, mas passando Piracaia pegamos uma estradinha que não acabava nunca, já estávamos achando estranho andar, andar e nada de chegar em Joanópolis. Resolvemos parar em alguma chácara (que era só o que se via na beira daquela estrada) e pedir informações, mas não conseguíamos encontrar ninguém nas casas. Até que numa casinha vimos uma família assistindo TV, paramos e pedimos informação ali, aí o rapaz nos falou que estávamos 17 km na estrada errada. Caramba!!! 17 km!!! Dava pra ter chegado em Joanópolis tranquilo, rssssssss. Bem, voltamos, fazer o que, né?! Mas como tudo tem seu lado bom, e estávamos muito bem humorados nesse dia, Deus nos presenteou com a vista de uma estrela cadente linda, enorme, fazia tanto tempo que não víamos uma... a Lívia não conseguiu ver pq estava deitadinha, e ficou inconformada, passou as próximas noites tentando ver uma, rsssssss!


Chegamos na porteira do camping exatamente às 22h00. Nossa, montar a barraca naquele escuro, só com o farol do carro iluminando, naquele frio, o Marcos fez uma gambiarra, ou como ele costuma dizer um "arranjo técnico" e puxou uma extensão a partir da bateria do carro, mesmo assim acho que a barraca ficou um pouco torta, rssssssss, enquanto isso fui preparar algo pra gente comer, e no fogão a lenha conheci o Vinícius e a Pérsides, uma graça de casal, terminada a montagem da barraca tomamos uma sopinha e caímos na cama, ou melhor, no colchão!



Na manhã seguinte levantei bem cedinho pra tomar um banho e me arrumar pra estar apresentável na hora de conhecer minhas novas amigas, Paula e Alice, e a turma toda que tinha combinado de se encontrar lá. Mas na hora que estou subindo pro banheiro, toda descabelada, dou de cara com a Alice, montando a Camping Star dela, rsssssss, ela chegou bem cedinho, e me pegou de surpresa, mas que simpatia, que graça de pessoa! Nos abraçamos, já travamos conversa ali mesmo, aí fui me arrumar, tomei meu café da manhã e subi pra falar com a Paula, que também estava chegando, amei também, nossa que amor de pessoa, que gostoso foi conhecer essas duas.




Depois também conheci o David Junior e o Rogério Krueger que estavam acampados bem próximo da gente. Mais tarde conheci meu "vizinho" Du Fonseca, que mora em Taubaté, bem aqui do ladinho de São José, rssssss!
Eu, Marcos e Lívia aproveitamos que o sol ainda não tinha esquentado tanto e fomos andar a cavalo, subimos até o topo da Cachoeira dos Pretos, nossa, foi muito legal. Lá encontramos de novo com o casal Vinícius e Pérsides. Tiramos algumas fotos, e a comédia foi na volta, aquela descida íngreme, horrorosa, eu pedindo pro Marcos tirar fotos minhas e da Lívia (eu tinha que puxar o cavalo da Lívia pq ela estava com medo de andar sozinha, rssssss) e o Marcos: "-Amor, não dá, tenho que segurar aqui, senão vou cair!", a Lívia "-Mãe, tou com medo dessa descida! Não solta!", e eu dando risada dos dois com medo de cair, sendo que eu estava com uma mão segurando a rédea do meu cavalo e com a outra a rédea do cavalo da Lívia, e de boa em cima do meu cavalo.
















Depois tivemos mais tempo pra conhecer melhor a Alice, o Gera e as crianças deles, e também a Paula e o Edson, vixi, foi amizade a primeira vista, rsssssss! Daí pra frente fazíamos quase tudo juntos.
No segundo dia eles resolveram conhecer a parte de cima da cachoeira também, e nós, é claro, acompanhamos, só que dessa vez fomos a pé... Eu confesso que não estava muito animada, só pensando no calor que a gente ia passar, mas depois que botei o pé na estrada a adrenalina tomou conta de mim, como sempre, rsssss e subi na maior empolgação. E não é que o Heitor foi junto? Foi no colo, foi no carrinho, e só quem conhece aquela estrada pra saber o suplício que é subir aquilo carregando um carrinho de bebê.































Detalhe: dos adultos eu era a menor (que novidade!). Aí fomos subindo, subindo, subindo e de repente na curva da estrada a gente vê um boizão, daqueles enormes, chifrudão, com cupim nas costas e tudo! Todo mundo parou! O boi olhando a gente, a gente olhando o boi... ninguém se pronunciava... Aí pensei nas crianças, minha filha tava ali, correndo perigo, tinha o Paulo, tinha o Heitorzinho! Aí pensei: vai que dá certo eu tentar espantar esse boi com uma vara, mas cadê uma vara?! Aí fui na beira da estrada e peguei um pendão que estava saindo de um capim, sabe aquela varinha que dá no capim, molinha? Pois é, eu peguei e virei na direção do boi, nem cheguei apontar direito pra ele aquele projeto de varinha, não é que aquele bichão enorme ficou com medo e saiu correndo pro pasto?!!? Ficou todo mundo de boca aberta (inclusive eu)! E depois todo mundo caiu na risada, super Lelah, botando o boizão pra correr, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, com esse tamanho todo que eu tenho! Isso foi o assunto do dia!






O Marcos fez amizade também com o Márcio devido ao bom gosto musical dos dois, rssssss, tou falando sério, foi muita sorte ficar ao lado de um campista com o mesmo gosto que o nosso! Aí já fiz amizade com a Silvinha, esposa dele e a Lívia com a filhinha deles. Aliás, nessa acampada a Lívia fez muitas amizades e isso foi muito bom, deixou a timidez de lado!






Na sexta-feira a Alice disse que faria o bolo do Heitor lá no camping mesmo, estava preocupada se daria certo ou não, e eu pensando que ela era corajosa de fazer um bolo no fogão a lenha, mas olha a surpresa, a Alice tem uma Camping Star, aquilo não é uma barraca, é uma mansão, tinha de tudo lá: frigobar, prateleiras, caixas organizadoras, mesas, um "chiqueirinho" (aquele cercadinho pra bebê brincar) e um fogãozinho com forno e tudo! Fiquei encantada, que gracinha aquele fogãozinho! E no sábado a Alice fez o bolo, que por sinal ficou uma delícia, e bem sugestivo com esse topo que uma amiga fez pra ela, um charme! A festinha do Heitor foi tudo de bom!









A tarde tínhamos ido até a cidade pra comprar os ingredientes pro churrasco, e depois da festinha do Heitor foi a festinha do pessoal, e até eu participei comendo uma saladinha e um arrozinho, rsssssss! Foi um feriado tão gostoso, foi especial, principalmente pelas novas amizades feitas. No domingo tínhamos que voltar cedo pra casa porque o Marcos ainda viajaria para Paulínia, onde está trabalhando atualmente, mas quem disse que o pessoal deixou?! Não, tinha sobrado muita coisa do churrasco na noite anterior e não nos deixaram sair antes de mais uma churrascada!








Na hora de ir embora nos demos as mãos, a Paula fez uma oração linda e eu caí no choro, mais motivo pro pessoal rir, mas como uma mulher chorando puxa a outra, pronto, foi aquela choradeira na despedida, e a promessa de nos encontrarmos de novo no próximo feriado prolongado... Onde será dessa vez? Um grande abraço e até a próxima!!!



Comentários

  1. Joanópolis é tudo de bom, era um de nossos destinos p/ o feriado da Páscoa, acabamos optando por descer p/ a praia. Pelo visto foi muito legal, olhando as crianças já imaginei a Isa e o Dudu na farra com a criançada.
    Já que o Marcos tá aqui pela região, dá uma chegada aqui também para conhecer o Giovanetti.
    Abraços.
    Família Costa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, nós gostamos muito de acampar em Joanópolis, e foi muito legal mesmo. Bom, eu também tou precisando pegar uma prainha, mas não resistimos e acabamos subindo a serra mesmo, rssssssss. E eu ainda não fui conhecer Paulínia, acredita? Estamos até pesquisando algum camping na região, se vc tiver alguma dica é bem vinda! Um abraço!

      Excluir
    2. Aqui na região só vai ter camping prox. a Serra Negra e Aguas de Lindóia, tem o Macuco em Valinhos, mas é péssimo e caro.

      Excluir
    3. Ah, que pena... Se bem que o Marcos "morou" umas três semanas em Serra Negra e vive falando de me levar lá. Vamos ver, rsssssss!
      Um abraço!

      Excluir
  2. Olá pessoal. Que postagem bacana. A farra foi muito boa. Foi ótimo você espantando o boi Lelah!!! Muito legal, parabéns! O local é sem dúvida, maravilhoso.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, essa do boi foi mesmo engraçada, eu fiquei parada olhando pra ele com cara de tacho com a varinha na mão enquanto ele saía correndo, e a primeira brisa que bateu foi suficiente pra quebrar a varinha. kkkkkkkkkkkkkkk! Um dia venha pra cá, também tem muita coisa bonita pra se ver, tanto quanto aí em Minas! Um abraço!

      Excluir
  3. kkkkkkkkk...rachei de rir com a história do boi....kkkkkk

    Abraços,

    Nanda - Camping Malas Prontas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa do boi entrou pra história!!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      Excluir
  4. Muito legal a postagem, morrendo de vontade de conhecer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, vocês tem que conhecer mesmo, aquele lugar é muito bonito, o camping é baratinho e a cidade é muito charmosa! Vamos marcar um novo encontro qualquer hora!
      Um abração.

      Excluir
  5. Foi muito legal conhecer sua família e estes bandos de malucos apaixonados por barracas rs

    Du Fonseca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi muito legal, Du, precisamos fazer isso mais vezes!

      Excluir
  6. Ahhhh chorei de novo kkkkkkkkkkkkkkkk!!!!!!!!!!!!
    Muito show seu relato, faltou a foto da sua "varinha-espanta-boi",eu tenho vou te mandar se vc quiser para completar a postagem!!!!!!!!!!!!! Vcs não imaginam ver a Lelah espantando o boi com a varinha!!!!!!!!!! Hilário!!!!Conhecer gente tão linda foi o melhor de tudo. Eu diria "amor" a primeira vista!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paula, realmente foi amor a primeira vista, já tinha gostado de vc nas nossas conversas no facebook, depois que conheci pessoalmente me rendi, rssssss. E olha, eu quero a foto da varinha sim, pra colocar na postagem! Foi um feriado maravilhoso e vamos decidir logo onde será o próximo!

      Excluir
  7. Que lindooooo...foi realmente maravilhoso conhecer todos vcs,Deus é perfeito e cuidou de cada detalhes para que esse acampamento desse certo,quero aproveitar e agradecer pela ajuda de vcs,no caminho até a cachoeira Marcos e Maktub levando o carrinho,Paulinha me seguranda na descida...kkk na decoração da festa de Heitor que vcs foram otimos todos enchendo as bexigas porque eu tava toda atrasada...rs e claro não posso deixar de citar a SUPER Lelah espamtando o boizão...foi demais...rs
    Ja´to com saudade,quero mais muitooooooo mais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também quero mais, Alice!!! Vamos decidir pra onde ir porque agora falta menos de um mês, já vou começar a fazer economia, rssssss! E que mais uma vez Deus nos ajude pra que dê tudo certo! Amei conhecer vcs!!!

      Excluir
  8. Que delícia de acampamento Lelah ! Adorei acompanhar por aqui. Não há nada mais legal no mundo do que fazer bons amigos. E esse bolo heim ? Que super idéia bacana a da Alice. Amei !

    ResponderExcluir
  9. Pois é, Lys, esse camping é uma delícia, e fazer novas amizades é o melhor de tudo. Agora o bolo, nossa, tava uma delícia, e eu fiquei apaixonada foi pelo fogãozinho da Alice, com forno e tudo, uma graça, rsssssss!
    Um abraço!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Mais visitados

Um dia... Bonito

Todo mundo já deve ter ouvido que Bonito é Lindo, e não é que é mesmo?! Essa história já tem um tempinho...

A tralha... Ops, equipamento!

Faz pouco tempo que começamos nessa vida de campistas, e assim que decidimos comprar nossa primeira barraca, em outubro de 2011, achamos que era necessário comprar mais algumas coisinhas pra complementar, ficamos enlouquecidos e saímos comprando tudo que achávamos interessante, rssssss! E sempre que surge uma oportunidade juntamos a tralha e saímos por aí...

Isolante Térmico

Oi, gente! Passando aqui só pra dar uma dica rápida: Isolante Térmico, o frio já está voltando!!!
A maioria das vezes acampamos no verão. É que eu tenho um probleminha com o inverno: eu odeio o frio! Eu sofro demais com o frio!